A força do Cavalo e a delicadeza da Flor


O primeiro encontro com Mestra Ursula Lima foi muito especial e determinante.

Ela falava com grande paixão sobre sua arte e demonstrava um comprometimento sincero em transmitir o seu saber. Sua aparência jovial era equilibrada pela firmeza na voz e pelos gestos largos.


Seu nome Kung Fu, Moy Lin Mah, descreve muito bem sua personalidade: “ Aquela que tem a força do cavalo e a delicadeza da flôr de Lotus”.

Mal sabia eu que em breve iria provar destas duas qualidades de minha Mestra!


As qualificações de Mestra Ursula também me chamaram a atenção. Discípula de Grão Mestre Leo Imamura (Discípulo do Patriarca Moy Yat e introdutor do Ving Tsun na America Latina ) ela praticava o Ving Tsun Kung Fu desde os 16 anos. Foi a primeira mulher a ser reconhecida internacionalmente como Mestre Qualificada e Mestre Sênior pela Moy Yat Ving Tsun Federation.


Fiquei encantada quando ela me explicou que Yim Ving Tsun era o nome da jovem que estruturou em um Sistema Marcial o conhecimento passado por uma Monja do Mosteiro Shaolin - Ng Mui .


O Ving Tsun é portanto um sistema de Kung Fu criado por uma mulher onde o importante não é a força mas o desenvolvimento da inteligência estratégica. Isso me deu motivação extra para seguir em frente. Em outro post vou contar mais sobre a história desta extratordinária mulher.


Mestra Ursula deixou claro que eu teria, no ambiente marcial do seu Mogun ( escola, local de prática, em chinês ) e dentro da Família Moy Lin Mah, um espaço seguro para aprender mais sobre mim mesma, sobre minhas relações com o outro de uma maneira diferente, através do meu corpo.

Ela me confirmou que Kung Fu era mais que uma luta. Era um forma de viver melhor a própria vida.


Até hoje fico admirada da enorme paciência que minha Mestra teve e tem comigo.

No início eu me assustava muitas vezes com os sentimentos e emoções que vinham à tona nas práticas corporais do Kung Fu. Insegurança, medos, raiva, inadequação, afloravam e eram acolhidos por ela de forma natural. Parávamos para tomar um chá e conversar sobre o que estava ocorrendo dentro de mim.


Não era raro que meu corpo revelasse comportamentos que eu desconhecia. Por exemplo: eu me considerava como uma pessoa aberta a ouvir e a acolher opiniões.

Na prática corporal do Kung Fu revelei minha faceta impositiva que reduzia a minha capacidade de escuta do outro. Descobri que precisava me refinar.


Eram descobertas que mostravam que a grande luta não se travava fora, mas sim dentro de mim!



Assim relatou

Angela Carvalho “Moy On Gaak Lai” ,

Quarta Discípula de Mestra Sênior Ursula Lima ‘Moy Lin Mah’ e membro do Conselho de Discípulos da Família Moy Lin Mah juntamente com Rodolpho Alcântara, André Villarreal, Helena Carneiro, Fernanda Lima, Heitor Furtado, Vítor Barros e Marcus Souza.


Saiba mais sobre a Família Moy Lin Mah:

Unidade Copacabana, Brasil

www.moylinmahmun.myvt-rio.org


Unidade Cascais, Portugal

www.myvt-portugal.org


Obrigada por sua visita!

Angela Carvalho  

Moy On Gaak Lai 

Quarta Discípula de Mestra Sênior Ursula Lima, Lider da Família Moy Lin Mah

Representante da Família Moy Lin Mah  na Unidade Cascais em Portugal

Mentora em Inovação e Transformação Pessoal e Empresarial.

Receba meus posts

© 2020 by Angela Carvalho. Proudly created with Wix.com

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now